Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/09/21 às 16h29 - Atualizado em 20/09/21 às 17h43

Começou a segunda divisão do Candangão em Brasília

Dez clubes participam da competição esportiva, que estreou no final de semana, e deve continuar até 24 de outubro

 

Começou no fim de semana a segunda divisão do Campeonato de Futebol do Distrito Federal 2021, com a participação de dez clubes que brigam dentro de campo por duas vagas para a elite do futebol candango do próximo ano. Participam desta edição Bolamense, Brasília, Ceilandense, Brazlândia, ARUC, Cruzeiro-DF, Legião, Paranoá, Planaltina e SESP/Taguatinga. A Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) está acompanhando presencialmente as partidas como forma de apoiar a iniciativa.

 

Divididos em dois grupos, os times se enfrentam em turno único, dentro das suas próprias chaves, classificando os dois melhores de cada uma para as semifinais. Na etapa seguinte o chaveamento se organizará da seguinte forma: o primeiro do grupo A joga contra o segundo do grupo B e o primeiro do grupo B disputa contra o segundo do grupo A, em partidas de ida e volta, classificando os dois finalistas. A final, que ocorrerá em um estádio a ser confirmado, ocorrerá em 24 de outubro.

 

“Dentro do nosso propósito de democratizar a prática esportiva em toda a capital federal, apoiamos a realização da segunda divisão do Candangão, que fomenta essa modalidade, a mais popular em nosso país. Desejamos uma temporada muito rica para todos os nossos clubes envolvidos, com um campeonato bem disputado e sem ocorrências”, avalia a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira.

 

Na primeira rodada de embates o Ceilandense marcou quatro gols em cima do SESP/Taguatinga e o Brasília fez três no time do Cruzeiro Futebol Clube. O Grêmio Esportivo Brazlândia também balançou três vezes a rede do Aruc. Já a partida entre Planaltina e Paranoá terminou em zero a zero. O presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal, Daniel Vasconcelos, explica como estão sendo os preparativos.

 

“A cada ano, nós, da federação, buscamos aprimorar nossas competições, tanto em relação à qualidade, quanto à organização. A Segunda Divisão é a nossa segunda maior disputa, em se tratando de profissional. Deste modo, a nossa expectativa é que tenhamos, como de costume, desde que assumimos, um campeonato de alto nível, sem maiores ocorrências negativas, para darmos maior tranquilidade para os clubes buscarem seus objetivos”, comentou o presidente.

 

FOTO: Bruno Batista/Brasília FC