Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
28/02/24 às 11h55 - Atualizado em 28/02/24 às 12h01

Reforma transforma campo de terra de Planaltina em gramado sintético

Investimento de R$ 940 mil do Governo do Distrito Federal moderniza espaço esportivo na área rural da região administrativa

 

A comunidade do Núcleo Rural da Taquara, em Planaltina, vai ganhar o primeiro campo de grama sintética da região. Logo na entrada do bairro, o que antes era um campinho de barro promete se tornar mais uma opção de lazer e desporto para a região. Para a construção do espaço, o Governo do Distrito Federal (GDF) está investindo R$ 940 mil no equipamento público.

 

Planaltina vai ganhar primeiro campo sintético da região, que terá 27 m de largura e 50 m de comprimento e contará com fornecimento de energia fotovoltaica | Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

 

Na avaliação do Secretário de Esporte e Lazer (SEL), Renato Junqueira, a construção do campo sintético em Planaltina é um marco significativo para a comunidade local. “O governo vem demonstrando compromisso em ampliar os equipamentos voltados à prática esportiva e lazer para uso da comunidade. Este campo não apenas oferecerá uma infraestrutura moderna para os moradores, mas também promoverá a integração social, o desenvolvimento físico e emocional dos jovens e a promoção de um estilo de vida mais saudável”, ressalta.

 

A unidade esportiva, com 27 metros de largura por 50 metros de comprimento, já passou pelas etapas de estudo do solo, construção da base, drenagem e está sendo finalizado o alambrado e as arquibancadas. A próxima etapa é a implantação do gramado, iluminação e da estrutura para fornecimento de energia fotovoltaica com 12 placas solares.

 

“Esses espaços que o governo constrói mudam a realidade da comunidade”, diz Renato Moreira, morador de Planaltina e presidente de uma ONG esportiva

 

Segundo o chefe da Assessoria de Obras da SEL, Carlos Mohamed, a construção dos campos sintéticos feitos pela pasta atende às demandas da comunidade, e a energia solar irá beneficiar a população como um todo. “O projeto fotovoltaico levará recarga energética para a comunidade, pois a Administração Regional poderá usufruir dessa energia para outras repartições públicas como a própria escola aqui do lado”, detalha.

 

O morador de Planaltina e presidente de uma ONG de esporte, Renato Moreira, acredita que o campo será de suma importância para a comunidade. “O campo é uma alegria e um presente para a criançada. Com a ONG fazíamos campeonatos no barrão, agora eles estão ansiosos para jogar bola aqui e seguir com os treinamentos e competições. Era uma demanda do Núcleo Rural. Esses espaços que o governo constrói mudam a realidade da comunidade”, diz. Por meio da organização social, o morador treina 80 crianças nos campos sintéticos da região administrativa.

 

Outros campos

 

Além do campo de Planaltina, a SEL está trabalhando na construção de outros dois campos em Taguatinga e no Recanto das Emas. Juntos, o aporte ultrapassa o valor de R$ 2,7 milhões. A secretaria fez o estudo do solo e a implantação dos módulos do campo sintético, enquanto a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) cuidará da implementação das bases.

 

O presidente da Novacap, Fernando Leite, destaca o valor social dos campos sintéticos construídos pelo governo. “Tem havido um esforço muito grande do GDF em favor da reforma e da construção de espaços como esse voltados ao esporte e ao lazer do DF. Além de oferecer praças para a convivência e a qualidade de vida das pessoas, o governo requalifica aquele local e garante sua utilização frequente e permanente da comunidade”, conclui.