Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/04/21 às 20h39 - Atualizado em 14/04/21 às 20h44

Piscina com Ondas terá ampla reforma nos vestiários

As obras no Parque da Cidade estão a todo vapor. Ao todo, 27 quadras de esporte serão reformadas – 20 poliesportivas, cinco quadras de tênis e duas quadras de beach tennis, além dos vestiários da Piscina com Ondas, que poderão ser utilizados pelos frequentadores do parque. O GDF investe R$ 1 milhão na reforma do principal espaço de lazer ao ar livre do Distrito Federal, que chega a receber 100 mil pessoas aos finais de semana.

 

A obra gera 60 empregos diretos e indiretos. Contratada por licitação pela Secretaria de Obras para executar os serviços, a empresa La Dart Indústria e Comércio iniciou a reforma pela demolição dos vestiários. O piso e as paredes internas foram derrubados, e a impermeabilização da laje será refeita para evitar goteiras e infiltrações.

 

Duas quadras poliesportivas que ficam à esquerda da Piscina com Ondas também já começaram a ser reformadas. Funcionários da empresa fazem reparos no alambrado que receberá nova pintura e já começaram a pintar o piso de uma delas. “Também já começamos a quebrar a calçada de uma das quadras de tênis, que receberá um novo passeio de concreto polido do Estacionamento 6 até a quadra”, detalha o fiscal da obra, Carlos Magno.

 

A reforma das quadras inclui nova pintura, substituição de alambrados, pisos, iluminação e adequação de acessibilidade. A recuperação dos espaços também prevê a instalação de novo sistema de drenagem, realinhamento de meios-fios de contenção de areia, construção de calçada ao redor das quadras com piso tátil e iluminação nova.

 

Mais conforto para todos

 

Já nos vestiários, as melhorias abrangem a troca de instalações hidráulicas e elétricas, piso, azulejos, divisórias de banheiros e trocadores, esquadrias e forro de gesso do teto. Tudo será feito sem alterar a obra projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

 

O administrador do Parque da Cidade, Silvestre Rodrigues, explica que, como a Piscina com Ondas está desativada, os vestiários do Estacionamento 7 vão poder ser usados, com vigilância, por quem frequenta o parque, principalmente as pessoas que utilizam as quadras poliesportivas ali por perto.

 

Segundo ele, a reforma é a primeira grande intervenção feita desde a inauguração do espaço, em 1978, sendo cobrada há muitos anos pelos frequentadores do local. “O Parque da Cidade recebeu pouca ou nenhuma atenção dos governos anteriores”, avalia. “Há muitos espaços precisando de melhorias, como a Praça das Fontes, o Castelinho e o próprio Parque Ana Lídia, que acabou de receber areia nova, mas precisa de brinquedos novos e reformas nos banheiros. Estamos em busca de verba para o Parque, e eu estou tentando fazer parcerias com a iniciativa privada”.

 

Atualmente, o Parque da Cidade é administrado pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), cuja titular, Giselle Ferreira destaca que o GDF já vem realizando obras no local desde o ano passado. “A recuperação desses espaços se mostra essencial para melhorar a experiência dos frequentadores no Parque da Cidade”, ressalta. “Seguimos arrumando a casa para que, no período pós-pandemia, toda a extensão do parque seja aproveitada de maneira integral”.

 

POR AGÊNCIA BRASÍLIA