Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/06/21 às 15h24 - Atualizado em 3/06/21 às 15h25

Kartódromo do Guará é palco do Campeonato Brasiliense da modalidade

Próxima etapa deve ocorrer em 26 de junho

 

Dando seguimento à retomada do calendário esportivo, o Campeonato de Kart do Distrito Federal abriu o a temporada 2021 da modalidade, no último fim de semana, no Kartódromo Ayrton Senna, no Guará II, com a participação de cerca de 50 pilotos. A próxima etapa do torneio, que deve prosseguir até dezembro, está programada para acontecer em 26 de junho. A Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) marcou presença no evento, que contou ainda com as presenças do ídolo da Fórmula 1 Nelson Piquet e do vice-governador do DF, Paco Britto.

 

Localizado no Centro Administrativo Vivencial e Esporte (CAVE), o Kartódromo do Guará se destaca como um dos mais tradicionais da capital federal, sendo o ponto de partida de muitos jovens que se profissionalizaram no esporte. Na fase inicial do Brasiliense, aconteceram duas baterias de cada categoria – Mirim, Cadete, Júnior Menor, Júnior, Novatos, Graduados, Sênior B, Sênior A, Super Sênior, F4 A, F4 B e F4 Super Sênior. Dessas corridas locais sairão pilotos para o Campeonato Brasileiro de Kart, que deve ocorrer em dezembro, em Santa Catarina.

 

 

O secretário Executivo de Políticas do Esporte da SEL, Márcio Rogério Almeida Araújo, que esteve presente na ocasião, avaliou o cenário esportivo atual no DF. “A democratização do esporte é o lema da SEL, não poderia ser diferente com o kart. Nós com o apoio do GDF concedemos a ASKART o Kartódromo Ayrton Senna, apesar do CAVE está em processo licitatório, sabemos da importância dos atletas brasilienses competirem em alto nível, principalmente em um palco que já revelou inúmeros pilotos para o automobilismo internacional”, diz.

 

Diferente dos anos anteriores, o evento, organizado pela Associação dos Pilotos, Mecânicos e Usuários do Kartódromo de Brasília (ASKART), seguiu um rígido protocolo de segurança com o uso de máscara e álcool em gel, sem presença de público, sendo realizado apenas com organizadores, pilotos e respectivos responsáveis. As próximas etapas previstas no calendário se dividirão entre os kartódromos do Guará e do Paranoá. A transmissão da corrida foi conferida pelo público nas redes sociais.

 

“Ficamos fechados por causa da pandemia, mas esses pilotos precisam graduar, como em uma escola. Se você perde um ano, fica atrasado em relação aos outros estados e somos prejudicados no Campeonato Brasileiro. É muito importante essa volta, respeitando todos os protocolos, como estamos fazendo”, destaca o presidente da Askart, Dibo Moisés Neto.