Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/09/21 às 16h55 - Atualizado em 20/09/21 às 17h36

Audiência pública na Câmara dos Deputados debate os Jogos Universitários

Estudantes se enfrentarão em 26 modalidades – 15 tradicionais, quatro voltadas para o paradesporto e sete franquias de esports (esportes eletrônicos)

 

 

O plano de realização dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) de 2021 foi apresentado em audiência pública, nesta segunda-feira (20), em modelo virtual, na Câmara dos Deputados. A maior competição universitária da América Latina volta a ocorrer em Brasília após 15 anos, com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), entre os dias 10 e 18 de outubro, sendo organizada pela Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU), com a participação de 4,5 mil esportistas.

 

A secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, que acompanhou o debate, destacou a importância da iniciativa e compartilhou um sobre os preparativos. “Sabemos que o esporte vai muito além do lazer, é inserção social. Eles estão praticando uma atividade física, mas também estão estudando, isso deve ser levado para a vida. Fizemos um comitê organizador, em parceria com a CBDU, vencendo cada etapa, trabalhamos realmente em parceria e tenho certeza que vai ser um sucesso”.

 

Entre os participantes estavam o deputado federal Julio Cesar; o presidente da CBDU, Luciano Cabral; a secretária Nacional de Esporte, Lazer e Inclusão, Fabíola Molina; o secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério da Cidadania, Bruno Souza; a chefe da Unidade de Gestão Articulada da Educação Básica da Secretaria de Educação, Iêdes Soares Braga; o presidente da Federação do Esporte Universitário do DF, Rodrigo Faria; o ex-atleta universitário Hugo Parisi e seu treinador Ricardo Moreira.

 

A madrinha do evento, a ex-atleta medalhista olímpica e nos Jogos Mundiais Universitários, Maurren Maggi, mostrou as medalhas e experiências conquistadas ao longo da carreira.

 

Nos Jogos Universitários deste ano os estudantes se enfrentarão em 26 modalidades – 15 tradicionais, quatro voltadas para o paradesporto e sete franquias de esports (esportes eletrônicos). Serão utilizadas 25 arenas para competição e 17 equipamentos de hotelaria, além de um endereço que está sendo definido que funcionará como o centro de convivência dos atletas, onde poderão interagir e acompanhar os resultados diários. “Os JUBs fazem parte do nosso amadurecimento como atleta”, reforçou Fabíola Molina.