Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/07/19 às 11h42 - Atualizado em 6/07/19 às 11h19

Atletas da paracanoagem participam do Campeonato Sul-americano em São Paulo

Bicicross, tiro com arco e vôlei de praia também agitam o fim de semana do Compete Brasília

 

O treinador Paulo Salomão comanda a delegação do Distrito Federal de paracanoagem que disputa, nos dias 5, 6 e 7, a segunda etapa da Copa do Brasil e provas no Sul-americano e Panamericano da modalidade, na Raia Olímpica da USP, na cidade de São Paulo. São mais de 80 atletas das Américas participando dos campeonatos. Do Distrito Federal, são 11 atletas que viajaram pelo Compete Brasília, e a maioria disputa a etapa da Copa do Brasil. Com exceção de Uilian Mendes e Kássia Gomes que vão representar a equipe nas competições internacionais.

 

“É a primeira vez que eu participo de um Sul-americano. Será uma experiência única. É uma boa oportunidade para saber como eu estou diante de competidores de outros países”, comentou de Uilian Mendes. O atleta terminou a primeira etapa da Copa do Brasil, no início do ano em São Paulo, na primeira colocação na canoa e terceiro lugar no caiaque. Além Uilian, Kássia Gomes de Sá, também vai competir pela primeira vez um torneio internacional. “Eu pratico a modalidade desde o início de 2018 e estou muito ansiosa para este tipo de competição e a vantagem é que já conheço a raia da USP, então os brasileiros já saem na frente diante dos adversários”, disse.

 

Luciano Pereira é o mais experiente da turma. O ano passado ele terminou o Campeonato Brasileiro em segundo lugar e nesta etapa nacional ele quer repetir o desempenho. “Já participo de competições há três anos e meio. Eu fui o pioneiro desta equipe aqui no Distrito Federal. E disputar grandes competições é sempre uma ótima experiência”, finalizou. Completam a equipe do treinador Paulo Salomão: Carla Camargo Alves, Danielle Temer, Daniele Lage, Pâmela Kessler, Arlon Ferreira da Silva, Fabrício Amorim da Silva, Luciano Pereira Lima

Mateus Menezes e Rodrigo Víveres.

 

Campeonato Brasileiro de BMX Racing 

Paulínia, no interior de São Paulo, recebe nos dias 6 e 7 de julho, o Campeonato Brasileiro de Bicicross (BMX Racing). Santigo Rodrigues é o atual campeão brasiliense da modalidade, e tem como objetivo ficar entre os três primeiros na competição nacional. “Este campeonato é de apenas uma etapa e o ano passado, eu terminei na sétima colocação. Agora, a minha meta é subir no pódio e ficar entre os três melhores”, comentou o ciclista. “A largada é feita com oito atletas e os quatro primeiros se classificam para a etapa seguinte. Participam da disputa os 36 melhores ciclistas do país”, explicou Santigo, que tem no currículo um mundial também disputado em Paulínia, em 2011.

 

“Neste campeonato internacional eu também viajei por meio do Compete Brasília. É um programa fundamental para o desenvolvimento da nossa modalidade”, disse. Paulínia também é o destino do coordenador da escolinha de bicicross de Santa Maria, Edgar de Menezes Silva, que também participa do Campeonato Brasileiro de Bicicross. Junto com ele, Guilherme Silva Meneses, 16 anos, Gustavo Vieira dos Santos, 16 anos, e Weverton Guilherme Pereira, 18 anos. Todos alunos da escolinha de Edgar Silva. “Somos marinheiros de primeira viagem, mesmo sendo atleta, vou mais como técnico dos meninos, que estão indo para ganhar experiência”, diz. As provas contam com circuitos de, no mínimo, 360 metros.

 

Circuito Brasileiro Challenger de vôlei de praia

A cidade de Cabo Frio, no Rio de Janeiro, recebe a partir desta sexta-feira (05) a segunda etapa do Circuito Brasileiro Challenger de vôlei de praia 2019. A competição reúne atletas de todo o país. Para dupla formada pela brasiliense Ângela Lavalle (DF) e Carol Horta (CE), o torneio será especial. Elas vão usar a competição como um preparatório para os Jogos Panamerianos de Lima, que acontecem a partir do dia 26 de julho.

 

“Vamos pegar ritmo para Lima. Esta é a última competição oficial antes de embarcar para o Peru”, contou Ângela. “Depois vamos passar uma semana concentrada em Saquarema (RJ) para um treinamento intenso, isto porque eu moro em Brasília e ela em Fortaleza, e a gente treina separada. Então é importante ter este contato e realizarmos os últimos ajustes para os Jogos Panamericanos”.

 

Copa Europeia de Tiro com Arco

A paratleta Thais Carvalho, de 27 anos, participa em Nova Cidade, na República Tcheca, de 6 a 14 de julho, do ranqueamento internacional de tiro com arco, que faz parte da Copa Europeia da modalidade. No último mês, no Mundial de Tiro com Arco, ela conquistou a 17ª posição do ranking internacional. A ideia da esportista, que atua na categoria recurvo feminino open, é continuar entre as 20 melhores colocadas do mundo, o que a permite ter acesso a benefícios do governo federal, como o Plano Brasil Medalhas. “É muito importante a ajuda do Compete Brasília. Os gastos ainda são grandes, já que temos ainda hospedagem e alimentação, mas já ajuda bastante”, enumera Thais Carvalho, que treina no Clube do Exército.

 

Compete Brasília – O programa regulamentado pela Lei nº 5.797, de 29 de dezembro de 2016, tem o objetivo de incentivar a participação de atletas e paratletas de alto rendimento em campeonatos nacionais e internacionais. Entre os requisitos para receber o benefício, o atleta precisa ser filiado à federação de sua modalidade, comprovar residência fixa no Distrito Federal há no mínimo dois anos e estar em plena atividade esportiva.

 

O interessado deve comparecer ao protocolo da Secretaria de Esporte e Lazer com toda a documentação exigida no prazo máximo de 40 dias antes da data prevista para o início de competição nacional e no máximo de 60 dias antes do início de competição internacional.

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria do Esporte e Lazer do Distrito Federal