Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/04/21 às 10h17 - Atualizado em 19/04/21 às 10h21

Futsal feminino vai participar do novo campeonato nacional

COMPARTILHAR

Ainda adolescente, em 2011, a hoje fisioterapeuta Laiz Leite, 27 anos, começou a viajar pelo país. Jogadora sub-17 da Associação Desportiva de Futsal do Distrito Federal (Adef-DF), a atleta iniciava ali uma série de participações na Copa do Brasil e na Taça do Brasil, campeonatos nacionais disputados fora do DF.

 

Integrante de uma entidade de futebol que alia o esporte de rendimento ao desenvolvimento social e intelectual, Laiz e sua equipe se preparam para pegar a estrada neste ano e tentar mais um título para o DF no Novo Futsal Feminino Brasil.

 

A participação no campeonato – inserido este ano no calendário esportivo nacional – é graças ao Compete Brasília, programa do Governo do Distrito Federal (GDF) que incentiva a participação de atletas e paratletas em campeonatos nacionais e internacionais.

 

Essas e todas as outras viagens que as jogadoras já participaram pela Adef são possíveis com recursos do programa da Secretaria de Esporte e Lazer. “Além de superar limites, quebrar recordes e conquistar pódios, em suas respectivas modalidades, elas ainda levam o nome da capital do país para outros lugares”, ressalta a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira.

 

Títulos

A Associação Desportiva de Futsal do Distrito Federal foi fundada em 2006 e atende meninas e jovens de 11 a 28 anos. Atualmente são 57 atletas desde as categorias de base (sub) até o time adulto. Desse grupo, 95% se formou nas categorias de base em que recebem bolsas de estudos em escolas particulares e até em faculdades. A hexacampeã brasiliense tem, entre seus títulos, o de vice-campeã da Copa do Brasil de Futsal.

 

“O Compete [Brasília] é fundamental para nós. Sem ele, seria inviável participar de competições além das distritais”, diz a presidente da entidade e também atleta Geovana Rodrigues, 21 anos.

 

“Sem o programa, não poderíamos participar de competições nacionais, pois os deslocamentos são grandes e o custo, alto”, emenda a ala e capitã do time adulto, Laiz Leite, que já conheceu todos os estados graças aos campeonatos.

 

A documentação deve ser apresentada ao protocolo da Secretaria de Esporte e Lazer com até 40 dias antes da data prevista para o início da competição nacional e máximo de 60 dias antes do início da competição internacional. Para saber mais, clique aqui.

 

POR AGÊNCIA BRASÍLIA