Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/10/20 às 10h47 - Atualizado em 29/10/20 às 15h12

Brasileiro de Salto de Jovens Cavaleiros acontece entre os dias 21 e 25 de outubro

COMPARTILHAR

O Campeonato Brasileiro de Salto de Jovens Cavaleiros, que acontecerá entre os dias 21 e 25 de outubro na Sociedade Hípica de Brasília, dá prosseguimento ao calendário da modalidade após a retomada esportiva na capital federal. Os competidores, de 12 a 21 anos, devem respeitar uma série de protocolos de saúde e segurança, estabelecidos pelo Governo do Distrito Federal (GDF), em combate à proliferação da Covid-19.

 

“Acompanhamos de perto todo o trabalho desenvolvido pelas federações para retornar com os eventos, sem causar prejuízo à saúde dos participantes. E esse esforço em conjunto está dando muito resultado. Conseguimos concluir o Candangão de Futebol, por exemplo, sem nenhum caso de Covid-19 entre os atletas. E não vai ser diferente no hipismo, que também precisará respeitar todas as medidas de segurança necessárias”, reforça a secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão.

 

No fim de semana passado, nos dias 10 e 11 de outubro, na Sociedade Hípica, aconteceu o Campeonato Brasiliense de Salto, também conhecido como Candangão 2020, o primeiro evento após a parada obrigatória devido à pandemia. Cavaleiros e amazonas, a partir de 8 anos, disputaram provas de categorias diversas com obstáculos de 1m até 1m40, para definir o campeão brasiliense deste ano.

 

“A Federação Hípica de Brasília trabalhou bastante junto à Secretaria de Esporte para que pudéssemos reabrir o esporte hípico em Brasília. A importância de reabrir era muito grande porque o hipismo do DF é grande e estávamos há quase sete meses sem competições. Voltamos a movimentar nosso calendário com o Campeonato Brasiliense e agora posso dizer que Brasília está mais uma vez de portas abertas”, explica o presidente da Federação Hípica de Brasília, Almir Lustosa Vieira.

 

Dentro dos protocolos de saúde determinados pelo Governo do Distrito Federal (GDF) estão a ausência de público, sendo permitida a entrada somente de atletas, responsáveis e proprietários de animais, mediante a apresentação de resultado negativo para a Covid-19. O uso de máscara e álcool em gel 70% continuam sendo itens obrigatórios para todos os presentes. No Brasileiro foram realizadas 135 inscrições.

 

POR BIANCA MOURA, DA ASSESSORIA DE IMPRENSA DA SECRETARIA DE ESPORTE E LAZER