Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/07/20 às 6h32 - Atualizado em 24/07/20 às 10h20

Atleta de ginástica artística visita Secretaria de Esporte e Lazer

COMPARTILHAR

O currículo do atleta de ginástica artística, Fernando Cauã, de apenas 13 anos, vai além dos méritos conquistados em torneios. A jovem promessa do Distrito Federal na modalidade conquistou em 2017, o prêmio de Atleta Popular Olímpico, da Secretaria de Esporte e Lazer, com cerca de 8 mil votos, e até o jogador do Flamengo, Diego Ribas, gravou um vídeo para o brasiliense desejando sucesso em sua carreira. Parece que deu certo. A secretária, Celina Leão, recebeu o jovem – beneficiário do Bolsa Atleta Distrital – para um bate-papo sobre incentivos e expectativas para a modalidade.

“Fiquei bem satisfeita com nosso encontro. O que acontecia antigamente era que sempre ocorria uma dificuldade para conseguir passagens para o Fernando competir em outros lugares. Agora, após nossa conversa, a secretária nos confirmou que esse problema será resolvido. Nós temos vários custos para manter nosso filho no esporte, mas estamos precisando especialmente de um plano de saúde, para utilizarmos em caso de contusão ou leão por conta da rotina pesada de treinos”, destaca Raquel Silva, mãe do esportista.

 

Desde os seis anos, quando descobriu a ginástica artística em uma escolinha do Setor Leste, após os pais o matricularem junto com a irmã, Fernando se dedica a um itinerário de treinamentos e competições combinadas às atividades escolares. Na categoria infantil, o esporte preenche seis horas diárias do seu dia, normalmente, de segunda-feira a sábado, sempre orientado pelo treinador Carlos Augusto. Conquistou diversos títulos brasilienses, o Nacional e o Brasileiro.

 

Após o isolamento social, decorrente da pandemia de Covid-19, a família adaptou parte da casa, localizada em Arniqueiras, para os treinamentos em casa. Atualmente, inclusive, o menino faz parte de um grupo seleto de ginastas de todo o Brasil (com três de cada unidade da federação), que podem realizar treinamentos virtuais,acompanhados dos atletas da seleção brasileira da modalidade. Entre eles, o campeão olímpico nas argolas, Arthur Zanetti, que levou ouro em Londres-2012 e prata em Rio-2012.

 

“A melhor coisa foi colocar o Fernando Cauã no esporte. Não tive essa oportunidade na minha adolescência, mas sei que é não é fácil, sua responsabilidade se assemelha a de pessoas adultas. Independente de suas conquistas, dentro de um contexto de vida, já valeu a pena, por causa dos valores que ele aprendeu, como disciplina e organização, introdução a uma alimentação saudável. Mas só tenho a agradecer”, completa o arquiteto e pai de Cauã, Leonardo Silva.

 

A secretária de Esporte e Lazer ficou encantada com tanta dedicação ao esporte. “É apenas pequeno no tamanho, mas já carrega uma grande responsabilidade treinando 6 horas por dia, de segunda a sábado,  o que torna o Fernando em um atleta de elite. Tenho imenso orgulho e com certeza iremos continuar apoiando”, finalizou Celina Leão.