Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/09/20 às 16h37 - Atualizado em 30/09/20 às 13h57

Atleta brasiliense de futevôlei volta de torneio com medalha de bronze

COMPARTILHAR

O trio representante do futevôlei feminino do Distrito Federal participou, neste fim de semana, do Team Águia Futevôlei Cup, primeiro torneio nacional da modalidade após essa parada obrigatória devido à pandemia de Covid-19, em Salvador (BA). A atleta Lana Miranda (DF), que ostenta dez títulos mundiais e 20 brasileiros, alcançou ao lado de Josy Sousa (RJ), o terceiro lugar. Já a nova parceria entre Loraine Amaral e Hellen Vaz, ambas da capital federal, deu tão certo que a dupla conquistou a quinta colocação. As três esportistas de Brasília viajaram por meio do programa Compete Brasília.

 

A secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão, acompanhou de perto o campeonato na capital baiana e avaliou a organização da iniciativa. “Gostei muito do torneio, sempre é uma alegria ver nossas meninas jogarem com tanta garra e determinação. Em breve, Brasília também vai receber um evento grande de futevôlei, com apoio da Secretaria de Esporte, e nós vamos repetir o sucesso da etapa de Salvador, que aconteceu sem presença de público, respeitando todos os protocolos necessários. Aos poucos, vamos retomando o calendário esportivo. ”, avalia.

 

Com mais de 40 mil visualizações na internet, o Team Águia Futevôlei Cup contou com a participação de 36 duplas profissionais de todo o país, que protagonizaram embates disputados. Lane e Rayana, do Espírito Santos, levaram a medalha de ouro. O segundo lugar ficou com Monique Góis (RJ) e Jana Love (PR). E em uma disputa de terceiro lugar emocionante, contra Natália e Bianca, do Rio de Janeiro, Lana e Josy se sobressaíram.  “Há uma grande rivalidade, mas ficamos muito felizes com a nossa colocação, já que foi o primeiro torneio após a pandemia”, explica Lana Miranda.

 

Na segunda quinzena de novembro, o Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek vai receber a 7ª edição do Circuito Praia do Cerrado, uma das principais da modalidade no Centro-Oeste. Além de competir, Lana também faz parte da organização do evento. “É um evento que faz parte do calendário esportivo de Brasília, estamos a mil, com a rotina intensa de treinamentos e também resolvendo questões para entregar o melhor campeonato para nossa cidade”, completa a atleta. Serão, na ocasião, 24 duplas – entre iniciantes, intermediárias e profissionais – de regiões diversas do Brasil.

 

POR BIANCA MOURA, DA ASSESSORIA DE IMPRENSA DA SECRETARIA DE ESPORTE E LAZER